Sistema de Mentoreamento de Pastores

foto
APRESENTAÇÃO DO SMEP

“Porque todo sumo sacerdote... é capaz de condoer-se dos ignorantes e dos que erram, pois também ele mesmo está rodeado de fraquezas. E, por esta razão, deve oferecer sacrifícios pelos pecados, tanto do povo como de si mesmo.” Hebreus‬ ‭5. 1-3‬‬‬‬‬

SMEP é a sigla para Sistema de Mentoreamento de Pastores. A ideia é que pastores precisam ser pastoreados como qualquer outra ovelha, mas eles não conseguem ser pastoreados dentro do sistema da sua igreja local e, por isso, eles precisam de um sistema fora de sua igreja local que os pastoreiem. Por isso, o Ministério Bálsamo de Gileade criou O SMEP, um sistema, onde os pastores poderão ser assistidos e pastoreados, enquanto também assistem e pastoreiam. Claro que isso funcionará apenas para os que quiserem ser pastoreados, porque existe uma tendência natural no ofício pastoral de ter a sensação de que o pastor é superior aos demais seres viventes e, por isso, não precisa de ajuda, não precisa de pastoreamento.

Na verdade, essa sensação de superioridade opera tanto da parte do pastor, quanto da parte de seu rebanho. As duas vertentes, são vertentes doentias de um mesmo problema. O povo tem uma necessidade de ter heróis que o representem e que guerreie suas guerras imaginárias por ele, alguém em última instância para ser o culpado por suas dificuldades não resolvidas, por seus problemas não contornados, alguém para responsabilizar porque sua vida espiritual não está funcionando bem.

É fato que lideranças espirituais e religiosas no decorrer da história exercem certo fascínio sobre o povo, que faz questão de alimentar esse fascínio para se manter protegido da responsabilidade de nutrir a própria vida espiritual, especialmente a partir do Novo Testamento, quando o povo de Deus como um todo foi estabelecido como uma nação sacerdotal, onde cada indivíduo é responsável por sua vida espiritual. Isso, obviamente, não tirou o papel do líder espiritual, que no Novo Testamento aparece às vezes como anciões e bispos, gente de Deus com graça para liderar o rebanho e para direcioná-lo no caminho de Deus.

Também é fato que, no Novo e no Velho Testamento, os homens de Deus não são gente acima da média, não são semideuses, na verdade, o escritor aos hebreus deixa muito claro que mesmo o maior de todos os sacerdotes, o sumo-sacerdote, precisaria oferecer sacrifícios pelos seus próprios pecados enquanto funcionava no ofício sacerdotal. Apenas pensar assim leva a maioria dos evangélicos em nosso tempo a sentir uma insegurança tão grande que os faz entrar em completa negação, mas nossa negação doentia não faz essa verdade simples deixar de ser verdade: “O sacerdote é levantado entre os homens comuns!”

Portanto, é lógico que a interpretação comum na geração atual de que o sacerdote tem que ter em sua bagagem alguma coisa a mais que os demais seres humanos, não é verdade, e é por isso que ele precisa ser pastoreado como qualquer outra pessoa.Mas também, não se pode negar que na atual formatação da igreja no planeta, esse pastoreio não é possível. Não é possível porque não se pode negar que o povo espera do pastor mais do que ele pode dar. Também não se pode negar que se o pastor não der o mínimo necessário, ele perderá o seu rebanho. Então, a solução para isso é um meio termo onde o pastor não dá tudo quanto o povo pede, mas também não lhes nega completamente. 

Os pastores precisam que o povo saiba que eles são gente, mas precisam entender que eles não vão aceitar isso tão facilmente e, por isso, é importantíssimo buscar um sistema que os pastoreiem fora da igreja local, num ambiente seguro onde apenas pastores frequentem, apenas gente que sofre as mesmas demandas com a comunidade, frequentem. Essa é a solução que o Ministério Bálsamo de Gileade oferece através do SMEP.

COMO FAREMOS ISSO?

Ofereceremos aos pastores encontros semanais de relacionamento e discipulado, e encontros mensais onde haverá um ajuste na filosofia e na dinâmica do sistema, atrelado a encontros anuais onde haverá oportunidade de investimento em avivamento pessoal e construção da própria vida espiritual. Tudo isso inserido num sistema que se auto gerencia. Isso dará ao pastor um conjunto de ferramentas que o permita se manter em franco crescimento, enquanto se relaciona com a igreja da melhor forma possível, tentando ajudar a igreja a entendê-lo como homem comum que carrega consigo a graça de Deus.

Atrelado a isso, também ofereceremos dentro do SMEP um trilho de estudos na forma de conteúdo de discipulado, dentro do seu grupo pequeno, que chamaremos de trios de mentoreamento. Esclarecendo que, para nós, trio é apenas um conceito e não um número. Podemos mudar o número e manter o conceito de trio pensando no “cordão de três dobras que não se quebra facilmente” referido por Salomão. 

Cada pastor andará dentro desse trio de mentoreamento, sendo cuidado por ele e também cuidando dele. E, nesse meio, o conteúdo específico de discipulado não pretende oferecer formação acadêmica, mas servirá como ferramenta de discussão, auto avaliação e prestação de contas, onde cada pastor, fazendo parte desse sistema, se sinta pastoreado e acompanhado, na medida que consegue admitir a sua própria fragilidade enquanto ser humano.

Penso que, a maior dificuldade para que esse projeto funcione na vida de um pastor, é a própria capacidade do pastor de admitir que ele se encaixa perfeitamente na descrição do escritor aos hebreus, porque a luta interna do pastor para não ter que admitir a sua própria condição de ser humano frágil e fragilizado pela vida, é uma luta constante, especialmente porque ao seu redor há uma força gritante empurrando-o na contramão disso.

O Ministério Bálsamo de Gileade oferece o SMEP como um socorro para os dias atuais. O SMEP é resultado da nossa observação em nossos programas de cura interior, em nossos ministérios de aconselhamento, onde atendemos e acompanhamos tantos pastores que, embora recebam ajuda pontual para determinada área de sua vida, continuam com a sede e com a necessidade de um acompanhamento um pouco mais progressivo e constante.

O SMEP é esse programa, com reuniões que mantenham os pastores no foco, que mantenham os pastores em crescimento contínuo. Homens e mulheres de Deus terão no SMEP uma ferramenta para manterem sua vida espiritual e o povo de Deus agradece.

Pr. Jucimar Ramos
 
INFORMAÇÕES
Pr. Jeferson Viana e Nívea Viana (27) 99859-6314 | Pr. Alexandre Amorim e Pra. Gilmara Pimenta (27) 99749-8210


A SEMENTE E O TERRENO (clique aqui e leia o artigo completo) 

Eu realmente acredito em dar a você, que foi abençoado de alguma forma pelo nosso ministério, uma oportunidade de semear! E realmente não acredito em pedir sua ajuda para sustentar este ministério! Se eu acreditar em pedir sua ajuda para sustentar este ministério, estarei afirmando que Deus não o pode sustentar e isso seria muito perigoso. Se creio que Deus é quem sustenta o ministério e, querendo te prosperar, dá a você a oportunidade de semear aceitando suprir as necessidades deste ministério usando você, estou muito de acordo com a coerência bíblica. Portanto, quando você oferta em nosso ministério, não está nos prestando um favor e sim recebendo uma grande oportunidade.
Ore ao SENHOR e se entender que deve, Deus te guiara em como ofertar neste ministério.

Para oferta voluntária ao Ministério Bálsamo de Gileade:
Caixa Econômica, agência: 3084, conta: 1839-3, Operação: 003, INSTITUTO BÁLSAMO DE GILEADE, CNPJ: 18.882.790/0001-41.

Para oferta voluntária ao Pr. Jucimar Ramos:
Caixa Econômica, agência: 3489, conta: 16746-0, Operação: 013, Jucimar Ramos Lopes, CPF: 022.699.057-50.


Caso queira comunicar sua oferta, envie comprovante para contato@balsamodegileade.com.br ou (27) 99751-2459.
Copyright ©2017 - INSTITUTO BÁLSAMO DE GILEADE
Design by: Aldabra criação de website